Veteranos não largam a bola

Vapeta dá pirueta

Vapeta dá pirueta

Viola
Viola

 

 

 

 

 

 

 

Túlio Maravilha e Viola se negam a abandonar a bola e já fecharam contratos para 2009. Vampeta, apesar de ser o mais novo dos três, só não pendura as chuteiras de vez se algum santo pousar nos gramados.

Túlio foi contratado pela Itumbiara, de Goiás para disputar o campeonato goiano e Copa do Brasil no clube que foi eliminado na segunda fase da Série C no ano passado. Se for bem do Estadual, a equipe garante uma vaga na Série D do Brasileirão em 2009. Túlio Maravilha se arrepia só em pensar.

Com 39 anos e eleito vereador em Goiânia, o artilheiro dos 862 gols agora fala da meta dos 900 em 2009, se seu planejamento para compatibilizar esporte e política der certo. Depois vem o sonho dos 1000. Túlio diz que está bombando. Artilheiro no ano passado pelo Vila Nova pela série B com 24 gols, ele quer aumentar a dose da temporada passada, em que marcou 38 gols.

Viola
Viola ta que ta. Fechou contrato com o Resende para Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. Também com 39 anos, mas com “um corinho de 30”, como diz, o tetracampeão mundial defendeu o Angra dos Reis no último Campeonato Estadual da Segunda Divisão, do qual foi vice-artilheiro, com13 gols, apesar da eliminação prematura do time da Costa Verde, que caiu na segunda fase. Viola disputou o último Estadual pelo Duque de Caxias.

Vampeta                                                                                                                            Prestes a completar 35 anos, o campeão mundial não suportou a urucubaca dos últimos anos e conta que entregou os pontos. Depois de quatro rebaixamentos – três no Brasileirão, Vitória (2004), Brasiliense (2005) e Corinthians (2007), e um no Paulistão, Juventus ( 2008 ) -, Vampeta diz que quer ver a chuteira só no varal, apesar da oferta de dois times nordestinos para seguir a carreira.

Ele quer, como Túlio, entrar na política nas próximas eleições e levar adiante o projeto de um livro, onde estará, sem dúvida, a história das piruetas em Brasília ao ser recebido pelo presidente da república em 2002. Mas o tempo dirá o que vai acontecer com o volante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: