Os repatriados estão chegando

Ronaldo

Ronaldo

Edmilson
Edmílson

Todos já jogaram pela seleção brasileira, andaram por todos os cantos do mundo, ganharam dinheiro e fama, e estão de volta aos gramados brasileiros. É o retorno da primeira turma mais numerosa de brasileiros que o mercado internacional agarrou e que se transformou no maior movimento de exportação de jogadores do mundo, com milhares de jogadores colocando as chuteiras no exterior, principalmente na Europa.

Ronaldo Fenômeno, 32 anos, pelo tamanho do histórico no futebol, foi a transferência que fez mais barulho. Destino: Corinthians. Diz que hoje é um louco no meio dos loucos da torcida corinthiana.

Giovanni, que foi, voltou, foi e voltou, veio para o Mogi Mirim. Prestes a completar 37 anos, agora quer um final de carreira no Santos, onde se consagrou, mas que seja algo mais elegante do que a experiência vivida com o técnico Wanderlei Luxemburgo, no time da Vila Belmiro, quando sua timidez impediu que peitasse a insensatez do técnico.

Ednílson, 32 anos, jogador mediano mas marrento para evidenciar os seus talentos, vem para o Palmeiras e torce para que não se repita no time do Parque Antárctica o episódio de Luxemburgo com Giovanni.

Amoroso volta ao Guarani, equipe onde foi revelado. Aos 34 anos, Amoroso está feliz da vida no retorno a Campinas. Quer encerrar a carreira jogando pelo Guarani.

Léo, que completa 34 anos em julho, foi contratado pelo Santos. Está de volta a Vila Belmiro, time pelo qual foi bicampeão brasileiro (2002 e 2004).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: