Denílson e a dança do pé de obra

 

Denílson

Denílson

 O craque Denílson, que já fez sua parte na história do futebol brasileiro, chega ao final de carreira escrevendo capítulos surpreendentes na perambulação de jogadores brasileiros pelo mundo. Agora aconteceu em Hanói, no Vietnã. Ele jogou 45 minutos pelo Haiphong Cement no último domingo, fez um gol na vitória contra o Hoang Anh Gia por 3 a 1 e arrumou as malas para voltar para casa.

 O problema está no joelho, lesão que o fez desistir do jogo de estréia, no início do mês, decepcionando 30 mil pessoas que foram ao estádio do clube para acompanhar o brasileiro. No jogo seguinte, também ficou fora, e só pôs o pé na bola no último domingo, quando anotou um gol de falta.

Aí a Federação Vietnamita de Futebol noticiou a bomba: o atleta de 31 anos iria deixar o time e o país. E a grana não era pouca. Pelo acordo com o time vietnamita, o brasileiro seria pago por jogo. Pela partida de domingo, ele recebeu US$ 12 mil e maia US$ 5 mil por gol marcado.

Denílson, que vinha de passagem pelo Itumbiara, de Goiás, no início deste ano, tem uma história de grandes somas em seus contratos. Em 1998, ele foi responsável pela transferência mais cara do futebol mundial até então, quando saiu do São Paulo e foi para o Bétis, da Espanha, por US$ 35 milhões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: