Guarani e Ponte de olho na subida

Guarani e Ponte Preta não querem nem falar no assunto. Temem a urucubaca. Mas a cidade vislumbra o retorno de seus times à Série A do Brasileiro e a possibilidade de poder reviver os seus dias de glória.

É o começo da série B. Até agora foram cerca de 20% dos jogos. Mas o Guarani, líder da competição e que já conquistou o Brasileiro em 1978, nem acredita no que está acontecendo. Treinado por Oswaldo Alvarez, o Vadão, o Guarani tem campanha mais eficaz até agora do que o Corinthians na sua escalada para fugir da Série B no ano passado.

Treinado por Pintado, o time da Ponte Preta, que foi o primeiro clube do interior a disputar o Nacional e que ficou em segundo lugar no Paulista em três oportunidades – tempo em que o campeonato paulista era coisa de gente grande -, também corre na surdina e ocupa a terceira posição.

Disputada por 20 equipes, que se enfrentam em turno e returno, a Segundona joga para cima os quatro primeiros colocados. Até agora foram oito rodadas, de um total de 38. Os times campineiros sabem que ainda é cedo. No dia seis de dezembro, a cidade vai saber se este início foi só um sonho ou se suas equipes resolveram desfazer de vez um quadro que só foi esquisito por um tempo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: