O jogo das máscaras

Torcedores do Cruzeiro em jogo contra o Estudiantes

Torcedores do Cruzeiro em jogo contra o Estudiantes

Há quem entenda que seja um exagero. Há quem ache que precaver tem sentido. Mas não há como se esquecer do jogo desta quarta-feira entre Coritiba e Santos, às 21h50, no estádio Olímpico, em Cascavel-PR. Toda a torcida estará mascarada.

De início, o promotor do Ministério Público Ângelo Mazzuchi Santana entrou com uma ação para impedir a realização do jogo devido ao risco de contagio da gripe Influenza A (H1N1), também chamada de gripe suína. Mas a juíza da 1ª Vara Cível de Cascavel, Giane Maria Moreschi, confirmou a partida, desde que quem fosse ao estádio usasse máscaras respiratórias.

O promotor tinha dado a sugestão de que a partida fosse realizada com os portões fechados, o que não foi acatado pela juíza. As máscaras devem ser distribuídas no próprio estádio. A prefeitura de Cascavel deve arcar por isso, embora o Coritiba se disponha a ajudar no fornecimento do material.

O jogo deveria ser no Couto Pereira, estádio do Coritiba, mas a equipe paranaense foi punida com a perda de mando de um jogo devido à briga entre as torcidas no clássico com o Atlético-PR. Há quem diga que, nestas alturas do campeonato, pouco importa a sugestão do promotor. A expectativa é de que o estádio esteja vazio mesmo com os portões abertos..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: