Ronaldinho com a corda no pescoço

Ronaldinho

Ronaldinho, excelente artista da bola, está prestes a perder o avião para a Copa da África do Sul. Se Ricardo Teixeira não interferir, ele está fora mesmo. Dunga já fechou questão sobre o assunto.

A contusão do cara chama-se deslumbramento. No período em que patinava no Milan – depois de brilhar no Barcelona – e não se preocupava em mostrar serviço para sentar na janelinha do avião, ele chegou a fazer partidas em que fazia embaixadas no gramado, sem sentido e sem objetividade, só para mostrar o quanto era habilidoso.

Garrincha, enquanto esteve com saúde, também brincava com a bola e fazia algazarra fora de campo. Mas, no gramado, era um inferno para os adversários. E ganhou a Copa de 1962 como a estrela maior.

Tomara que haja engano. Mas a impressão é que Ronaldinho dançou e que certos craques viajam para a lua na hora do espetáculo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: